Segue a “todo vapor” a Construção da 1º etapa do Parque Científico e Tecnológico UTFPR de Cornélio Procópio.

OTIMISMO –

Segue a “todo vapor” a Construção da 1º etapa do Parque Científico e Tecnológico UTFPR de Cornélio Procópio.

O caminho para o tão sonhado desenvolvimento econômico de Cornélio Procópio e Região, felizmente está começando, é real e existe através de um empreendimento extraordinário de iniciativa técnica e multipartidária.

Quem passa pelo lado norte da cidade e vê a movimentação das máquinas trabalhando ao lado da BR 369, não percebe a importância da “semente” que ali está sendo plantada.

Uma obra com a assinatura de todos que sonham em desfrutar de uma realidade nunca vista na nossa região; o Parque Científico e Tecnológico de Cornélio Procópio é uma oportunidade extraordinária e com certeza poderá se constituir no grande divisor de águas para o crescimento econômico da cidade.

No início da construção desta primeira etapa, o investimento soma quase R$ 2 milhões, emenda do ex-deputado Federal Nelson Padovani. Para a conclusão da obra, são estimados algo em torno de R$ 80 milhões. Será o maior investimento já planejado na história de Cornélio Procópio.

Parques do mesmo modelo em cidades como Chapecó-SC, São José dos Campos- SP, Pato Branco-PR e outros centros, promoveram em um curto espaço de tempo, um enorme salto de desenvolvimento econômico, arrecadação e principalmente de geração de oportunidades.

Estudos revelam que os parques são grandes agentes catalisadores de desenvolvimento regional, gerando sinergia para a transferência de conhecimento e tecnologia entre os mais distintos agentes, estimulando a geração de produtos e processos inovadores. A construção bem planejada de parques científicos e tecnológicos impulsiona o crescimento e fortalece o status econômico de toda uma região. O empreendimento atrai empresas conceituadas, profissionais qualificados, e contribui diretamente para geração de empregos e renda.

Conceito

O parque tecnológico é uma concentração geográfica de empresas, instituições de ensino, incubadoras de negócios, centros de pesquisa e laboratórios que criam um ambiente favorável à inovação tecnológica. A medida que passam a compartilhar do mesmo ambiente, empresas, universidades, centros de pesquisa e investidores, geram benefícios econômicos em comum e para a comunidade, são ambientes quando consolidados oferecem excepcional qualidade de desenvolvimento urbano, permitindo a geração de polos de desenvolvimento social e econômico.

Fonte: Odair Matias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *