Japira terá nova eleição para prefeito no dia 9 de dezembro

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) marcou para o dia 9 de dezembro as eleições suplementares para escolha de prefeito e vice em Japira, Congonhinhas e Rancho Alegre, municípios da região Norte Pioneiro do Paraná.

A resolução nº 818/2018 com as regras e prazos foi aprovada na sessão do tribunal desta quarta-feira (24).

O motivo para a nova eleição em Japira foi a morte do prefeito eleito Walmir Welington da Silva, ocorrida em dezembro do ano passado e a cassação do vice prefeito este ano pela Câmara de Vereadores.

Em Congonhinhas é devido ao indeferimento do pedido de candidatura do atual prefeito e Rancho Alegre é devido a cassação do prefeito em ação da Justiça eleitoral.

Conforme o TRE, estarão aptos a votar os eleitores com situação regular até 11 de julho de 2018 – 151 dias antes da votação.

O registro das candidaturas pelos partidos poderá ser feito até às 19h do dia 31 de outubro. Se o partido ou a coligação não requerer o registro, os próprios candidatos poderão fazê-lo até 3 de novembro.

A resolução informa que a campanha eleitoral começará em 1º de novembro e vai até o dia 8 de dezembro – véspera da votação.

Japira terá o quarto prefeito em menos de dois anos

Quando assumiu a prefeitura de Japira em 31 de julho, o presidente da Câmara Municipal, Lauro Carvalho se tornou o terceiro chefe do executivo em menos de dois anos.

Lauro entrou no lugar de José Geraldo dos Santos, o Geraldão que teve seu mandato cassado na noite de sexta-feira, 27 de julho, após julgamento do relatório da Comissão Processante que o acusava de praticar nepotismo, de contratar funcionários por RPA (Recibo de Pagamento Autônomo), por uso irregular de veículo agrícola e de uso particular de veículo da prefeitura. A CP foi instaurada após denúncia de um morador. O julgamento durou mais de seis horas e foi votado por itens.

Geraldão ficou apenas sete meses à frente da administração pública de Japira. Ele havia assumido o lugar do prefeito falecido, Walmir Wellington da Silva.

No dia de Natal do ano passado, o prefeito eleito por votos direto e pelo povo, Walmir faleceu em um acidente automobilístico na rodovia BR-153.

A enteada do prefeito, uma criança de 4 anos que estava no veículo também faleceu. O veículo que ele dirigia, um Voyage branco saiu da pista, caiu em uma ribanceira e se chocou em uma árvore.

Após a morte de Walmir, o vice Geraldo assumiu com a promessa de seguir a admistração do município em direção ao progresso, o que não ocorreu.

Com nova eleições marcada para ocorrer no próximo dia 9 de dezembro, Japira terá quatro prefeito em menos de dois anos, o que é ruim para a imagem do município que luta para fugir do estigma de envolvimentos dos chefes do executivo com processos e improbidades.

Fonte: Informe Policial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *