Homicídio em Cornélio Procópio. O primeiro de 2019.

Por volta das 18h45 da tarde de segunda-feira (14), equipes da Polícia Militar de Cornélio Procópio se deslocaram até a Rua Ranulfo Vilela, na Jd Cristo Rei, onde um rapaz foi alvejado por disparos de arma de fogo.

Rapidamente as equipes policia chegaram ao local, onde encontraram o rapaz caído, sendo então acionado de imediato o SAMU, que ao chegar, constatou a morte da vítima.

De acordo com informações, um meliante em uma moto YBR Vermelha com dois individuos e o garupa seria o autor do crime, o qual está sendo procurado.

O corpo da vítima, identificada como Wanderley Bueno dos Santos, de 32 anos de idade, foi recolhido após perícia e encaminhado ao IML de Londrina.

Após um homicídio ocorrido por volta das 18h45 da tarde de segunda-feira (14), na Rua Ranulfo Vilela, no Jardim Cristo Rei, onde Wanderley Bueno dos Santos, de 32 anos de idade, foi morto a tiros, equipes da Polícia Militar de Cornélio Procópio iniciaram diligências no intuito de encontrarem os autores do crime.

De acordo como Subtenente Carlos, informações chegaram até a PM dando conta que uma moto Yamaha YBR de cor vermelha teria sido usada no crime e o autor dos disparos, estaria na garupa do veículo com um capacete de cores vivas.

Os dois meliantes indivíduos foram reconhecidos por testemunhas e com a ajuda de novas denúncias, as equipes policiais chegaram aos suspeitos, sendo um deles detido, o provável autor dos disparos.

Com ele os policiais encontraram o capacete mencionado pela testemunha, que o reconheceu como o mesmo que foi usado pelo autor dos disparos.

O condutor da moto não foi encontrado, mas a moto Yamaha YBR foi apreendida em sua casa.

Segundo o Subtenente Carlos, a motivação seria vingança, Wanderley Bueno dos Santos, que estava vivendo em São Paulo ultimamente, veio a Cornélio Procópio visitar a sua mãe, que tem um comércio naquela região da cidade e ele estaria envolvido em um crime ocorrido há três anos, onde um amigos dos acusados foi vítima.

O rapaz detido negou o crime, mas ele foi levado para delegacia para depoimento.

Ainda falta muito para apurar, porém, em virtude dos relatos de testemunhas junto ao material apreendido, a PM acredita que parte do crime já foi esclarecido, restando prender o segundo elemento e localizar a arma usada no homicídio, finalizou o Subtenente Carlos.

Fonte: repórter Reginaldo Tinti/Anuncifacil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *