Frigorífico é interditado pela Justiça em Cornélio Procópio

A pedido do Ministério Público de Cornélio, o Juiz da 2º Vara da Fazenda Pública da Comarca de Cornélio Procópio, suspendeu as atividades do Frigorífico Procopense, em virtude de irregularidades em seu funcionamento.

Ação que foi proposta pela 3ª Promotoria de Justiça da Comarca, pela advertência do Ministério Público que a empresa estaria a um tempo considerável descumprindo as regras sanitárias e ambientais necessárias para o pleno funcionamento. A interdição veio com o desrespeito do termo de ajuste de conduta firmado com órgãos do município, além de estarem sem a atualização da documentação das licenças ambientais e sanitárias.

Nos autos nº 8893-98.2018.8.16.0075, verifica-se a determinação da interdição, que somente será revista quando a empresa cumprir as exigências contidas na ação civil, o que inclui o relatório favorável do Serviço de Inspeção Municipal, do IAP e da Força Verde. O descumprimentos dos pedidos, acarretará multa diária de R$1000,00 mil.

 

Fonte: Blog Odair Matias e Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *