Covid-19: Governo de Paraná nega lockdown geral, mas prepara medidas mais duras

Covid-19: Governo de Paraná nega lockdown geral, mas prepara medidas mais duras

Governo do Paraná negou nesta segunda-feira (29) a possibilidade de decretar lockdown geral no Estado, mas prepara um anúncio de medidas mais restritivas de enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Nesta terça-feira (30), o governador Ratinho Junior se reúne com o comitê de enfrentamento à Covid-19, formado por técnicos do governo e de entidades representativas, além de deputados e secretários de Estado.

No encontro, o governo deve apresentar aos demais poderes as medidas restritivas em discussão. Nesta segunda-feira (29), o governador Ratinho Junior discutiu o assunto com o secretário da Saúde, Beto Preto, e o secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva.

Interlocutores do Palácio Iguaçu confirmaram ao Paraná Portal que serão anunciadas medidas restritivas mais duras. No entanto, o termo lockdown ainda é rechaçado pelo Governo.

O plano da administração é impor medidas regionalizadas. Ou seja, as restrições mais duras serão impostas nas regiões mais afetadas pela pandemia do coronavírus. As regiões oeste e leste já têm índices críticos de ocupação de leitos de UTI exclusivos para Covid-19.

Entre as medidas a serem anunciadas pelo governo está o fechamento total ou parcial de shoppings e do comércio em geral. De acordo com fontes ligadas ao Palácio Iguaçu, as atividades consideradas não essenciais deverão ser suspensas por, pelo menos, 14 dias.

ANÚNCIO SERÁ RESPOSTA A PEDIDO DE LOCKDOWN

O anúncio servirá, também, como resposta ao pedido do Ministério Público para que o Governo decretasse lockdown no Paraná.

Na noite desta segunda-feira (29), a 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba intimou o Governo do Estado a se manifestar em até 72 horas sobre o pedido do MP.

Os promotores pedem que seja decretado lockdown geral no Paraná. Ou, então, que sejam decretadas restrições amplas nas regiões oeste e leste, que são as mais afetadas pela Covid-19.

FONTE: Angelo Sfair/PARANA TOTAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *