Covid-19 Cornélio Procópio vai seguir o novo decreto do Governo do Estado para enfrentamento da doença

Covid-19 Cornélio Procópio vai seguir o novo decreto do Governo do Estado para enfrentamento da doença

Ente as principais medidas estão a volta do toque de recolher e fechamento total do comércio aos domingos

O prefeito Amin Hannouche informou no começo da manhã desta terça-feira (18) que Cornélio Procópio retoma medidas obrigatórias de enfrentamento de emergência de saúde pública decorrentes da pandemia da Covid-19. Vai seguir na íntegra o Decreto nº 7.672/21 do Governo do Estado, publicado nesta segunda-feira (17), que amplia as medidas restritivas.

Assim, todo tipo de comércio e de atividades não essenciais deixam de funcionar novamente aos domingos. Isso se aplica a restaurantes, academias e comércio em geral. Nos outros dias da semana poderão abrir ao público das 10h às 22h com 50% de ocupação. Aos domingos e fora desses horários, durante a semana, só será permitido o atendimento na modalidade delivery, inclusive os supermercados que voltam a fechar no domingo.

“Infelizmente, os números voltaram a se elevar em todo o Estado. É uma situação generalizada e há a recomendação para que todos os municípios cumpram estritamente todas as determinações impostas pelo Governo do Estado para o bem da população”, disse o prefeito Amin Hannouche, após participar de videoconferência com todos os dirigentes da Associação dos Municípios do Paraná (AMP).

Entre as medidas mais rígidas estão as que já haviam sido editadas em decretos municipais anteriores, como as que retomam o toque de recolher e o fechamento total do comércio aos domingos. “Infelizmente, o momento é crítico e os números voltaram a crescer de forma muito rápida. Isto faz com que tenhamos que assumir neste momento esta responsabilidade de acatar a determinação do governo estadual”, avaliou o prefeito.

Informou que o município não vai aplicar nenhuma outra medida restritiva, mas seguir à risca as que foram determinadas pelo Estado. “São medidas que o governador Ratinho Júnior e o secretário de Saúde, Beto Preto, nos orientam neste momento porque eles têm números precisos com relação a esta nova onda que está acontecendo em razão da variação das novas cepas do Coronavírus afetando a todos os paranaenses”, concluiu Amin. (Comunicação / Prefeitura)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *