Conheça Montevidéu à pé: da Rambla República del Perú ao Obelisco. Uruguai é um país incrível, vamos lá!

Montevidéu é uma cidade possível de se visitar num fim de semana. Os principais pontos turísticos (Catedral, memorial Artigas, Teatro Solis, Mercado do Porto, entre outros) ficam pertinho uns dos outros. Dá pra fazer tudo a pé. Ou tomar um ônibus com destino certo. Basta perguntar pros uruguaios, que são extremamente solícitos. E não é inseguro caminhas nas principais e mais movimentadas vias durante a noite.

Letreiro de Montevidéu, na Rambla República del Perú (Foto: Camila Luporini)

Eu e minha irmã Camila Luporini andamos bastante pelas ruas de Montevidéu. Mas, foi bastante mesmo! Não nos importamos. É bom para conhecer ruas não turísticas, aprender um pouco dos hábitos locais, ver as pessoas passeando com cachorros, comprando frutas no mercadinho e sentir um pouco do cotidiano. Depois de visitar a vinícola Bouza, o motorista do transporte contratado nos deixou no shopping Punta Carretas.

O Punta Carretas vale uma visita pelo valor histórico. O prédio tem currículo: em 1900 já apresentava características neoclássicas. Em 1915 virou presídio, encerrado em 1986. Em 1994 se transformou num dos pontos mais movimentados da capital uruguaia. Passamos ali rapidamente. Apenas para ir ao banheiro, porque eu não vou a uma cidade para visitar shopping.

Dali caminhamos até a Rambla República del Perú, na Playa de los Pocitos, onde está o famoso letreiro com o nome da cidade. Pausa para fotos, para curtir o Rio da Prata e suas prainhas. O passeio ali é rápido. São muitos os turistas que param, descem dos ônibus, registram o letreiro e vão embora. Partimos, então, de volta ao hostel onde estávamos hospedados. E decidimos ir à pé pela Av. Bulevard España até o Obelisco. Mais pausa para fotos.

O turista não pode deixar de comer um chivito. Em qualquer restaurante é possível encontrar o prato típico uruguaio: filé de carne macia feita na chapa, presunto (jamón), mussarela, bacon (panceta), alface (lechuga), fatias de tomate e ovo cozido com maionese, acompanhado de uma porção de batatas fritas ou salada de batatas (ensalada rusa). Não é caro e é delicioso!

Praia à beira do Rio da Prata, nas ramblas de Montevidéu (Foto: Fábio Luporini)
Monumentos pela cidade de Montevidéu (Foto: Fábio Luporini)

Fonte: Portal Duo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *