Benefícios da Cebola – Para Que Serve e Propriedades

A cebola é um daqueles alimentos que, por estarem tão presentes no nosso dia a dia, acabam não sendo notados pelas suas propriedades nutritivas. Mas ainda que não seja um alimento da moda, a cebola dá conta do recado. Afinal, quais são os benefícios da cebola?
Fonte de uma série de compostos com propriedades medicinais, a cebola não apenas traz benefícios à saúde como também pode ser uma grande aliada de quem está tentando emagrecer ou apenas manter o peso.
Confira alguns dos principais benefícios da cebola e também algumas dicas para aproveitar ao máximo todas as propriedades de um dos alimentos favoritos dos brasileiros.

História

Sabe-se que o homem cultiva a cebola há pelo menos 4.000 anos, existindo inclusive evidência de que os antigos egípcios já aproveitavam os benefícios da cebola ao utilizar o bulbo para tratar uma série de enfermidades.
Muitos faraós eram até mesmo enterrados com cebolas, em um ritual que muitos estudiosos acreditam que pudesse estar associado tanto aos poderes antissépticos da cebola (que ajudaria a preservar a múmia) quanto aos seus fortes odores (que teriam o poder de trazer os faraós de volta à vida).
As cebolas também foram durante muito tempo utilizadas para a prevenção da cólera e da peste negra. O imperador romano Nero costumava utilizá-las para tratar resfriados.
No Brasil, as primeiras cebolas foram trazidas pelos colonizadores portugueses, e desde então não saíram mais da mesa dos brasileiros, que consomem individualmente cerca de 6 kg do vegetal ao ano.

Propriedades nutricionais da cebola

Classificada como bulbo comestível, a cebola pertence à mesma família do alho e do alho poró, e não serve apenas para dar sabor às receitas. O vegetal é rico em fibras (são 3 gramas/xícara), que ajudam a melhorar o funcionamento do intestino e auxiliam na eliminação de toxinas.
Pouco calórica e sem gordura ou colesterol, a cebola é uma ótima opção para prolongar a saciedade (são apenas 64 kcal por xícara de cebola picada). A mesma porção de cebola fornece ainda mais de 100% das nossas necessidades diárias de vitamina C, vitamina B6 e manganês.
O bulbo fornece também uma boa concentração das vitaminas A, E e ácido fólico, dos minerais potássio, sódio e ferro, do antioxidante quercetina e de sulfetos.

Informações Nutricionais da Cebola

Porção de 100g (1 unidade média)

Energia 58 calorias
Carboidratos 9,9 g
Açúcar 4,4 g
Proteínas 1,3 g
Gorduras 1,9 g
Fibras 1,4 g

 

Para que Serve a Cebola

Além de ser uma alternativa pouco calórica aos temperos já prontos ricos em sódio, a cebola também pode ser utilizada para:

  • facilitar a perda de peso
  • estimular o funcionamento dos rins
  • controlar a glicemia
  • melhorar a circulação
  • fortalecer o sistema imunológico
  • evitar o câncer
  • combater os radicais livres e prevenir o envelhecimento precoce da pele
  • estimular a síntese de colágeno

 

Cebola branca x Cebola roxa

Não é só no visual que a cebola roxa difere da tradicional cebola branca. Embora ambas sejam altamente nutritivas, a cebola roxa contém antocianina (responsável pela coloração) e mais quercetina, um tipo de antioxidante que atua no combate aos radicais livres.

O consumo regular de alimentos ricos em antioxidantes pode prevenir o câncer e uma série de doenças degenerativas, além de combater o envelhecimento precoce da pele.

Benefícios da Cebola – Para que serve e propriedades

Embora menos famosa que seu companheiro alho, a cebola também merece um lugar de destaque na sua alimentação diária, pois pode trazer uma série de benefícios para a saúde e também para a silhueta. Veja os principais benefícios da cebola, onde mostraremos para que serve e as propriedades para boa forma e saúde:

Favorece a perda de peso

Não se trata de dizer que cebola emagrece, mas sim que ela pode dar um empurrão para você eliminar aquela gordura indesejada. A cebola contém diversos óleos essenciais e minerais que aceleram o metabolismo e ajudam a reduzir as inflamações, favorecendo a perda de peso gradual e natural.

Entenda como a cebola pode ser sua amiga na luta contra a balança:

 

  • Quercetina

Presente também na maçã, no vinho tinto e nas frutas vermelhas, a quercetina é um flavonóide com ação antioxidante. Além de prevenir inflamações e alguns tipos de câncer, a quercetina acelera o metabolismo, estimulando a queima de gordura.

Como a casca da cebola (sobretudo a roxa) contém cerca de 20 vezes mais quercetina do que obtemos regularmente através da dieta, a dica é utilizá-la no preparo de sucos, sopas ou outras receitas de sua preferência.

  • Pouco calórica

 

As calorias da cebola são menores que aquelas encontradas em boa parte dos alimentos industrializados, o que resulta no consumo de porções menores para atingir a saciedade.

Uma única bolacha recheada contém, em média, 65 calorias, praticamente o mesmo valor de uma xícara cheia de cebola picada (64 kcal). Adivinha qual traz mais saciedade e não deixa você com fome cinco minutos depois?

  • Presença de fibras

As fibras da cebola são auxiliares do processo de emagrecimento porque preenchem o estômago e desestimulam um consumo maior de calorias, além de também retardar a digestão.

E são as fibras também as responsáveis pode eliminar boa parte das toxinas presentes no nosso corpo. Em excesso, essas substâncias resultantes dos processos metabólicos ou mesmo obtidas através de uma alimentação desregrada podem causar inflamações e levar ao surgimento de uma série de doenças.

 

Eleva os níveis de testosterona

Quem está tentando descobrir como elevar a testosterona naturalmente acaba de encontrar mais uma aliada na cebola. Estudos sugerem que o consumo diário de cebola pode ajudar a aumentar os níveis do hormônio masculino.

Em um deles, publicado em 2009 no periódico Folia Morphologica, o consumo de suco de cebola durante 20 dias foi responsável por um aumento significativo nos níveis de testosterona e do hormônio luteinizante, este um estimulante natural da produção de testosterona.

Pesquisadores observaram no entanto que apenas os grupos de animais que receberam concentrações mais altas de suco de cebola apresentaram uma elevação dos níveis de hormônio luteinizante. Ainda assim, os resultados são promissores e podem ajudar a fazer da cebola um complemento para a dieta de quem pratica musculação.

Isso porque, como você provavelmente já sabe, a testosterona é fundamental para o processo de formação de massa magra, uma vez que o hormônio estimula a síntese proteica.

Melhora a Circulação

Consumir cebola regularmente pode ajudar a melhorar o fluxo sanguíneo e impedir a formação de obstruções nas artérias.

Essa é mais uma das propriedades da cebola relacionada ao DADS, ou dialil dissulfeto, um composto que previne a formação de coágulos e que pode diminuir os níveis de LDL (colesterol “ruim”).

Pesquisadores observaram que determinadas comunidades na Índia que nunca haviam consumido cebolas ou alho apresentavam níveis de colesterol LDL e triglicérides significativamente maiores que aquelas habituadas a consumir os dois vegetais regularmente.

Combate a prisão de ventre

Pesquisas indicam que os brasileiros consomem menos fibras do que deveriam, e raramente conseguem atingir a meta de 25-30 gramas diárias de fibra alimentar recomendada pelos órgãos de saúde.

Ao consumir pelo menos uma cebola de tamanho médio ao longo do dia, você já estará garantindo na sua dieta 10% da ingestão recomendada de fibra. Essa quantidade já é suficiente para melhorar o funcionamento intestinal e impedir os episódios de prisão de ventre decorrentes do baixo consumo de fibras.

O melhor funcionamento do sistema digestivo impede que toxinas se acumulem na parede dos intestinos e favoreçam o acúmulo de gordura. Isso sem contar, é claro, que a constipação crônica aumenta o risco de desenvolvimento de câncer de intestino.

Fonte: Mundo Boa Forma

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *