As marcas de carnes valorizam o produto

É importante que a carne tenha padrão, as pessoas vão ao mesmo lugar para sentir as mesmas emoções

Os principais projetos de carne de qualidade no Brasil vem agregando valor ao seu produto. Isso porque a principalmente preocupação é servir uma carne produzida pensando no consumidor, do pasto ao prato. Assim, uma fazenda é parceira para produzir animais com as características definidas, bem como o processo de abate com tecnologia e a desossa tecnificada com cortes bem preparados.

Outro desafio atual para a carne de qualidade é valorizar mais o dianteiro e produzir padrão durante o ano inteiro. Atualmente, não existe carne de segunda, e sim boi de segunda.

Nos restaurantes por exemplo, precisa mudar a cabeça dos consumidores de que o boi não é só picanha. Mas isso já vem acontecendo, porque no passado 90% dos consumidores pediam picanha e hoje, caiu para 25%.

Outro desafio para fidelizar o cliente é apresentar uma carne bovina com marca, isso significa um padrão, pois as pessoas vão nos mesmos lugares para sentir as mesmas emoções.

Assim, está mais que provado que o produtor, o frigorífico e o consumidor precisam falar a mesma língua. Desde a melhoria da qualidade das pastagens e a raça fazem toda a diferença. Deve-se estabelecer parcerias que trabalham com o mesmo objetivo com foco no consumidor.

Como encontramos de tudo no mercado da carne, deve-se investir e divulgar uma marca que seja sinônimo de qualidade, com padrão e trabalho, pois esse é o futuro da pecuária.

Fonte: Norte Pioneiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *